Reator 20.000lts

São denominados reatores de síntese química os equipamentos cujo objetivo principal é a realização de uma reação química, sob condições controladas e conseqüente obtenção de um ou mais produtos, na especificação desejada. Indispensáveis e considerados como “coração” de qualquer processo químico, os reatores de síntese química merecem atenção especial por parte do engenheiro ou profissional responsável pela elaboração, operação e controle deste equipamento. Neste trabalho são abordados os princípios e cálculos para reatores homogêneos descontínuos ou contínuos. Vários fatores que influenciam a velocidade e controle da reação: variação de volume da reação, condições de temperatura e pressão, concentração e diferença de fases dos reagentes e reações exotérmicas ou endotérmicas. Através de vários estudos, testes e conceitos teóricos, pode-se estabelecer uma semelhança entre os reatores.

Os reatores são classificados de acordo com a natureza das fases participantes, reator homogêneo (gás e líquido) ou heterogêneo (gás-líquido, gás-sólido, líquido-líquido, líquido-sólido e gás-líquido-sólido) e, ainda podem operar por sistema “batch” (batelada)  ou contínuo.

Aplicações em processos industriais como: reações, cristalização, destilação, fermentação, evaporação, hidrogenação.

» todas as partes em contato com produto são fabricada em aço  inox 304 l ou 316 l.
» operação sob pressão / vácuo.
» aplicação em diversos segmentos: alimentícia, química, farmacêutica, etc.
» materiais de construção : aço inox 304 ou 316 l
» camisa de aquecimento/resfriamento ou serpentina

Opcionais:

» acabamento sanitário
» misturadores de alta eficiência (pás, âncora,etc)
» dimensões de acordo com a necessidade do cliente
» espessura do material de construção de acordo com a aplicação
» acessórios e conexões

Matéria por: Engenheiro Paulo Nagamuta
Edição: Eduardo Slabocicor Cavalcanti